​REALIDADE DO IDOSO NO BRASIL

O Brasil, que era um país de jovens, hoje está invertendo essa situação.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a expectativa é de que, até 2055, o número de pessoas com mais de 60 anos supere o de brasileiros com até 29 anos.

Isso se deve não só ao aumento da expectativa de vida da população, mas à diminuição do número de filhos.

Não temos estrutura para cuidar dos nossos idosos. Principalmente dos mais carentes.

Agravada a situação pelo grande desemprego, dificuldade no acesso à saúde, e alto custo das medicações, as famílias estão cada vez mais limitadas para dar aos seus idosos condições dignas de vida.

O abandono dos idosos é frequente. Outras vezes, são vistos apenas como fonte de renda e coagidos a entregar a aposentadoria aos parentes.

Os albergues públicos estão lotados e a demanda por vagas entre pessoas de mais de 60 anos não para de crescer, segundo estudo do Ministério do Desenvolvimento Social.

Perante essa situação, se faz necessária a criação de instituições que abriguem pessoas acima de 60 anos. Sobretudo os mais carentes e abandonados.

O Movimento Vivências nasceu para dar suporte a essas casas cujos altos custos de manutenção dificultam a prestação de um serviço adequado aos atendidos.

Ajude-nos a reverter essa situação.